Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FRAGMENTOS POÉTICOS

FRAGMENTOS POÉTICOS

A VERTIGEM DAS LUAS JÁ CANSADAS

Imagem de : https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcR402dcIMJcTcewqpUA65ugZemLdPt45f1S_Q&usqp=CAU

 

A VERTIGEM DAS LUAS JÁ CANSADAS

 

Subo degraus de escadas por pisar,

De sombras e de sílabas forjadas

Em palavras que não ousam falar

A vertigem das luas já cansadas

 

Subo e, não desço mais, nem devagar

Por não haver retorno nas passadas

Engolidas plo tempo, que ao passar

Deixa todas as marcas desgastadas

 

E sem retorno, moro num lugar

Em branco, num silêncio, por calar

Os lamentos e abismos, deste nada

 

Apenas esta sede que em mim mora

Esta luz que mal chega, vai embora

Enquanto a minha voz fica calada

 

MEA

5/08/2020

©Reservados direitos de autor

7 comentários

Comentar post