Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FRAGMENTOS POÉTICOS

FRAGMENTOS POÉTICOS

MÃO CHEIA 

MÃO CHEIA 

 

De sonhos sonhados tenho uma mão cheia 

E a outra mão cheia de coisa nenhuma 

Que há sonhos desfeitos entre os grãos de areia 

E outros estão perdidos em mares de espuma 

 

 

Se os tento encontrar é á luz da candeia 

Que vou devagar afastando essa bruma 

Que me prende os sonhos sem nó ou correia 

E os passos que dou não vão a parte alguma 

 

 

 

Só espero encontrá-los em cada fragrância 

Que me vem dos dias ainda à distância 

Ou na voz que o vento manso me trouxer 

 

 

Se algum encontrar nas penumbras do medo 

Vou ler-lhe palavras dóceis em segredo 

Até que ele possa algum dia irromper 

 

 

MEA 

22/02/2021 

7 comentários

Comentar post