Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FRAGMENTOS POÉTICOS

FRAGMENTOS POÉTICOS

NEM A LUA SE MOSTROU CHEIA

NEM A LUA SE MOSTROU CHEIA

O dia adormeceu triste, plangente 

Sobre os velhos telhados da aldeia 

Porque o sol, esse, nunca se fez quente 

Nem a lua se veio mostrar cheia  

  

  

Só as nuvens teceram uma frente 

De fios de fina prata que em cadeia 

Deram ao dia um brilho diferente 

Que até neles, a noite se passeia  

  

  

Envolta em negra capa de cetim 

Que brilha junto às flores do jardim 

E se desfaz depois tocando o chão 

  

  

A seu lado, cantante, o vento norte 

Fá-la bailar a valsa em passo forte 

Seguindo os dois plas sombras da paixão 

 

 

 

MEA

18/02/2021

©Reservados direitos de autor

imagem https://1.bp.blogspot.com/-ePacWOC9N9g/WIvn-zMeesI/AAAAAAABMU0/Xn9dXrpL1MMw37Ad7NYDJ5vrjs5CgPJ8gCLcB/s1600/chuva-.jpg